X
Menu
Facebook: a rede social.

Facebook, a maior rede social do momento. Dona de whatsapp e instagram. O shopping center do paulista e a praia do carioca, num só lugar.

 

Facebook: a rede social.

Não se engane, apesar de  parecer informal, ela serve sim (e muito) para divulgar marcas, serviços e produtos. Não à toa, Apple, Mcdonalds e BK investem milhões anualmente em campanhas nesta rede social.

 

 

Tá, mas eu que  não tenho milhões para investir, como uso o Facebook para divulgar meus produtos e serviços?

De forma muito similar a outras redes sociais, o Facebook pode ser usado como ferramenta de vendas e divulgação, tanto pessoal quanto profissional. Falando de marketing pessoal, seu perfil é a vitrine da sua loja (e o produto a venda, é você!).

A grande vantagem que esta rede lhe propicia, é poder determinar quem pode ver que postagem sua. Fotos e opiniões pessoais podem ser postadas e compartilhadas de forma privada, só com amigos próximos e família. Enquanto que conteúdos técnicos, científicos e profissionais, podem ser compartilhados publicamente – ou até mesmo, direcionados a um determinado público específico, através das ferramentas que o próprio Facebook oferece.

Você pode, por exemplo, criar uma nota e compartilhar somente com pessoas da mesma área, ou com interesses similares. Existem também grupos dos quais você pode participar, compartilhando conteúdo interessante e participando de discussões.

Essas ações criam o que chamamos de senso de autoridade. Quanto mais você conhece de um assunto e mais compartilha esse conhecimento, maior sua autoridade naquele assunto. E isso, por consequência, gera novas oportunidades de negócios.

Porém, o Facebook não serve apenas para autopromoção. Ele também é uma poderosa ferramenta de vendas!

Esta rede social cheia de detalhes, te oferece talvez uma centena de ferramentas de gestão de informação. Mais do que qualquer outra coisa, para empresas e analistas, o Facebook é um dos maiores geradores de BIG DATA¹ da atualidade.

Com ele você consegue entender quem é, em detalhes, o público alvo da sua empresa. Nele, com alguns cliques, você consegue criar promoções que vão direto no seu público-alvo. Ele lhe permite criar ações que vão gerar engajamento, alcançar mais pessoas, promover sua marca e muito mais.

Mas é claro que nada disso vem de graça, não é mesmo?

Se você procurar na internet, vai encontrar dezenas de gurus digitais dispostos a ensinar truques para fazer sua página bombar na rede. Mas a verdade é que não há atalhos, nem passe de mágica.

 

Sangue, suor e vídeos de gatinhos!

Eu sei que disse que não há atalhos, mas existem alguns truques simples que, se bem feitos, podem trazer um resultado muito interessante.

Por exemplo, os conteúdos em vídeo.  Existem estudos que mostram que em alguns anos, o consumo de imagens estáticas e textos grandes (como este, por exemplo) vão cair para próximo de zero.

Vídeos com conteúdos relevantes atraem mais a atenção do público, do que posts com imagem estática.

Isso significa que eu não posso mais postar minhas artes, meus banners?

Não! Artes bem feitas, conteúdos interessantes e informativos, direcionados para o público certo, ainda alcançam bons resultados.

Além do mais, de nada adianta você compartilhar uma centena de vídeos todo dia, se eles não tiverem qualquer conexão com a área de atuação da sua empresa (esqueça os gatinhos!).

É primordial criar conteúdo interessante, informativo e que as pessoas queiram comentar, curtir e compartilhar. Periodicidade é outro fator importante, use as ferramentas do próprio Facebook para entender quais são os melhores dias e horários para fazer uma postagem e siga-os à risca.

 Facebook como ferramenta de vendas.

O Facebook lhe permite fazer vendas de produtos e serviços na própria página da sua empresa, além de compartilhar conteúdo que – se bem feito – vai tornar sua empresa reconhecida e, portanto, mais desejável do ponto de vista comercial. Além disso, a diversidade de mídias disponíveis, faz dela praticamente um canal de televisão em termos de possibilidades. Você pode usar vídeos, fotos, imagens, gifs, memes, criar eventos, quiz, campanhas…. enfim… você está lá todo dia, sabe do que estou falando.

Mais que conteúdo. Pessoas!

O Facebook, mais que uma fonte quase infinita de informação e conteúdo, é uma rede social formada por pessoas e para pessoas. Portanto,  mais importante do que entender todas as ferramentas e possibilidades que ele oferece, é entender com quem você (empresa) fala.

 

Quem é o seu público-alvo?

No meio publicitário usamos o termo “persona” ou “avatar”, que seria algo como uma personificação do seu cliente ideal.

A persona, é algo que você constrói com informações coletadas na própria rede, na sua base de clientes e através de pesquisa direta. Entenda se seu cliente é mais feminino ou masculino, a idade, onde mora, onde trabalha, o que faz no tempo livre, seus gostos, crenças e toda informação que puder conseguir.

Isso vai te ajudar a entender o que ela (a persona) quer ver na sua página, como quer e quando quer.

 Vamos ver um exemplo prático.

Nós, na Marketeria Smart, entendemos que nosso público-alvo – você… é, você mesmo, lendo este texto – gosta de ser tratado de forma mais pessoal, informal, sem muita frescura. Gosta de ler textos sobre como usar as redes sociais (ou não estaria lendo isto aqui até agora). E vou mais longe, me arrisco até a dizer que você tem entre 25 e 50 anos – acertei?

Imagine que o Facebook é como uma sala de aula. Sua turma está dividida entre os nerds, a turma do fundão, os populares e os alternativos. Você é o/a garoto(a) novo(a) que acabou de chegar na escola e precisa se enturmar. Não adianta querer falar com todo mundo que não vai rolar.

Entenda com quem você se identifica, sobre o que esse grupo fala, seus interesses, suas dores e dificuldades e no que você pode ajuda-los.

Assim você é mais aceito(a) e pode ser até se tornar uma “referência”.

Agora leve esta situação para o ambiente corporativo. Isto e é o que você quer que aconteça com a sua empresa: encontre seu público-alvo ideal e torne-se referência em sua atividade comercial.

 

Em Resumo…

O que esperar do Facebook enquanto usuário corporativo: primeiro e antes de mais nada, publicidade! Sim, a tradicional e tão falada “propaganda” da sua marca/serviço/produto. O Facebook é “a rede social” da atualidade. Todos estão lá, profissionais, pessoas, empresas, fãs, promotores e detratores…

E ter uma página ativa nesta rede é garantia de não passar despercebido. Obviamente que, como diria o titio Ben: “Com grande poder, vem grande responsabilidade”, portanto use o Facebook com inteligência para atrair bons resultados em divulgação e o aumento do alcance da sua marca.

E na dúvida, contrate sempre um profissional de marketing pra te auxiliar no plano de comunicação da sua empresa.

Share

Blog Smarteiros

 

One thought on “Facebook: a rede social.

sergio says:

top !!!

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: